História do MCTAD: a inspiração e o começo

Alexis Dorofeef

 Design sem nome

Alexis Dorofeef, filho de Basílio e Nadiejda, nasceu no dia 13 de Abril de 1902 em Moscou, onde morou até o fim da Revolução Russa. Durante a Revolução, Dorofeef lutou a serviço do Exército Branco e, após a derrota deste, Alexis mudou-se para a Bélgica. Lá ele conquistou os títulos de Engenheiro Agrônomo e Engenheiro Agrícola pela Universidade de Gembloux e, posteriormente, formou-se no curso de Engenharia Florestal na Universidade Real do Belgrado, localizada na extinta Iugoslávia.

No ano de 1929 embarcou para o Brasil em direção à cidade do Rio de Janeiro, aportando em primeiro de janeiro de 1930. Assim, em março deste mesmo ano foi convidado pelo então diretor da Escola Superior de Agricultura e Veterinária (Esav), João Carlos Bello Lisboa, para compor o corpo docente desta instituição, onde foi designado para lecionar nas disciplinas de Engenharia Rural, Química e Solos e Adubos. Além disso, Alexis Dorofeef foi um professor presente em todas as instâncias de consolidação da Esav, participando ativamente de sua direção e da produção de seus regimentos e estatutos, sem jamais abrir mão de sua visão crítica.

 

WhatsApp Image 2021-02-04 at 22.40.44 (1)

Corpo Docente e Primeira Junta Administrativa da Esav – 1932

 

Porém, no ano de 1932 Alexis Dorofeef afastou-se da Esav para atuar na direção da Estação do Campo de Goitacazes e, posteriormente, como diretor do Departamento de Agricultura do Estado do Espírito Santo. Além disso, também atuou na seção de irrigação e drenagem da Comissão dos Serviços Complementares da Inspetoria de Obras Contra Secas no Sertão da Paraíba durante um ano. Contudo, cinco anos mais tarde retornou à Esav assumindo a Superintendência do Departamento de Solos e Adubos, cargo que permaneceu até o ano de sua aposentadoria, em 1964.

Devido a sua ampla formação acadêmica, o professor Dorofeef lecionou em diversas áreas do conhecimento como: Topografia, Máquinas Agrícolas, Construções Rurais, Agrologia, Química Agrícola, Meteorologia, Mineralogia e geologia, Solos e Adubos. Dessa forma, Alexis Dorofeef passou grande parte de sua carreira se dedicando à pesquisa e ao estudo dos solos. Pelas suas muitas viagens ao Brasil e também em trabalhos internacionais, coletou um considerável número de rochas e minerais, agrupando um importante acervo desses materiais. Ajudou também na catalogação das amostras doadas pela Escola de Minas de Ouro Preto a pedido do professor Menicucci.

O acervo se iniciou em 1930 e grande parte deste está exposto no Museu de Ciências da Terra que, para homenagear o trabalho desse pesquisador, prestigia-o com o seu nome. O professor Alexis Dorofeef faleceu em 20/12/1969 em Sete Lagoas – MG mas deixou seu legado consolidado e merece o reconhecimento de toda a comunidade acadêmica pelo seu esforço e pelo empenho em promover a difusão do ensino e do conhecimento dos solos e minerais.

 

Endereço

Universidade Federal de Viçosa  – Campus Viçosainstagram_PNG10facebook-48
Museu de Ciências da Terra Alexis Dorofeef
Vila Giannetti, casa 31 – Campus da Universidade Federal de Viçosa - 36570-075
Contatos – Telefone:  (31) 3612-3035 – Email: mctad@ufv.br

Equipe de Desenvolvimento Web/UFV - 2013 - Mantido com Wordpress